Com três mortes confirmadas e 33 notificações de febre maculosa, a cidade de Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, enfrenta um surto da doença. Nesta quinta-feira (6), a Prefeitura de Contagem fez um alerta para a população. Os moradores que vivem em áreas com possibilidade da existência do carrapato-estrela, vetor da doença, devem examinar todo o corpo a cada três horas. 

Além disso, a orientação é para que a população passe a utilizar roupas claras e compridas, colocar as barras da calça para dentro da meia e usar sapatos fechados. 

Ações

Para combate ao surto de febre maculosa, segundo a Prefeitura de Contagem, estão sendo recolhidos os cavalos sem dono. Até esta manhã, nove animais já haviam sido capturados para receber banho com carrapaticida. 

Além disso, funcionários da Secretaria Municipal de Saúde já pulverizaram a região do Nacional e casas próximas à área quente com carrapaticidade. 

Sintomas

Ao primeiro sinal da doença, a orientação é procurar atendimento médico imediatamente, já que o tratamento precoce é essencial para evitar formas mais graves da febre maculosa e até mesmo a morte, segundo o Ministério da Saúde. Veja abaixo alguns sintomas:

- Febre acima de 39ºC e calafrios, de início súbito.

- Dor de cabeça intensa.

- Náuseas e vômitos.

- Diarreia e dor abdominal.

- Dor muscular constante.

- Inchaço e vermelhidão nas palmas das mãos e sola dos pés.

- Gangrena nos dedos e orelhas.

- Paralisia dos membros que inicia nas pernas e vai subindo até os pulmões causando paragem respiratória.

- Além disso, com a evolução da  febre maculosa é comum o aparecimento de manchas vermelhas nos pulsos e tornozelos, que não coçam, mas que podem aumentar em direção às palmas das mãos, braços ou solas dos pés.

Leia mais:

Cinco pessoas já morreram por febre maculosa neste ano em Minas; veja como se prevenir
Febre maculosa mata mais um em Contagem; crescem notificações da doença na cidade
Alerta contra febre maculosa rompe os limites da Pampulha e preocupa moradores da região Norte de BH