No Dia Nacional de Combate à Hipertensão, celebrado nesta sexta-feira (26), várias ações são realizadas pelo Brasil para mostrar aos brasileiros os riscos vivenciados por quem apresenta o quadro clínico de pressão alta - um a cada quatro adultos no país é considerado hipertenso, de acordo com o Ministério da Saúde. Além do sedentarismo e do estresse, o maior vilão para essas pessoas é o uso excessivo do sal - não somente aquele presente no saleiro, mas especialmente o cloreto de sódio dos alimentos industrializados. 

O segredo para diminuir o sal na alimentação do cotidiano é investir em produtos in natura e variar nos temperos usados para a preparação das refeições. E melhor: muitos dos temperos que temos à disposição no Brasil fazem bem à saúde. 

Confira alguns temperos que podem tornar a alimentação saudável e gostosa:

Alho
Além de combinar com praticamente todas as comidas, é um anti-inflamatório natural. Na gripe, ajuda a eliminar secreções respiratórias e induz a sudorese, diminuindo a febre.  Ajuda a prevenir a arteriosclerose e abaixar a pressão arterial. Ajuda a remover a gordura da alimentação fazendo com que o organismo não a absorva completamente. Pode ser utilizado na forma de óleo, que tem recomendação de 60-100mg/dia, ou bulbo seco, 2 a 4g, 3 vezes ao dia.

 

Cebola
Limpa secreções respiratórias, melhora dores articulares, é antidepressiva, antioxidante e anti-inflamatória. Cuidado com a cebola crua em excesso, pois podem "agredir" o estômago. Caso haja sensibilidade, use-a na forma de caldos.

 

Limão
Tem propriedade anti-infecciosa, pode ser utilizado tanto na forma de sucos como na forma de chás. Utilizado para infecção urinária, pois cria um meio impróprio para a sobrevivência da bactéria no trato urinário. Cai muito bem para temperar saladas e peixes.

 

Tomilho
Antisséptico, ajuda na prevenção de problemas respiratórios, reduz o colesterol e  protege contra o envelhecimento das células. Utilize nos temperos, principalmente em alimentos consumidos crus como a salada e nas carnes como frango e carne vermelha

 

Manjericão
Antiviral, auxilia no tratamento de cataratas e diabetes. Acelera a cicatrização da pele e protege contra desconfortos intestinais. As folhas frescas podem ser consumidas com peixes ou rizotos, as folhas secas ou em pó para temperar várias preparações e alimentos 

 

Salsa
Utilizada para problemas de circulação e retenção de líquidos, celulite, anemia e esgotamento físico. Beneficia a digestão e tireoide. Pode ser utilizado in natura, em forma de pastas ou em chás. Consumir 3 folhas de salsa antes das principais refeições ajuda a retirar as toxinas do organismo. Na forma de pasta, pode-se fazer um patê de salsa utilizando um maço e água suficiente para bater no liquidificador e ficar na consistência adequada. Tempere com azeite e passe em pães e torradas.

 

Alho Poró
Um vegetal com alto teor de fibras e inúmeras vitaminas e minerais, contribui para o bom funcionamento do intestino, previne câimbras,  fortalece os músculos e estimula a calcificação óssea. Previne o envelhecimento, melhora o sistema cardiovascular e estimula o sistema de defesa. Na culinária, por ter um sabor suave em relação à salsa, cebola e cebolinha, cai bem em quase todas as preparações culinárias.

Fonte: Dr. Marcelo Sampaio, cardiologista e membro do comitê científico do Instituto Lado a Lado pela Vida