As nove pessoas que foram resgatadas do rompimento da barragem em Brumadinho e estão internadas no Hospital João XXIII podem transferidas para o Mater Dei, hospital particular. A informação foi confirmada pela Fundação Hospitalar do Estado de Minas Gerais (Fhemig) na noite deste sábado (26).

“A Vale se comprometeu a arcar com as despesas hospitalares das vítimas do acidente em Brumadinho”, disse a fundação por nota. Segundo a assessoria de imprensa da Fhemig, caso seja realizada, a remoção não será imediata, pois será necessária a avaliação dos pacientes.

Ainda conforme a asssessoria, os pacientes não querem ser transferidos. 

Leia mais:

Em missa em Brumadinho, dom Walmor pede mais responsabilidade das mineradoras e menos ganância

Bloqueio na Vale e multa equivalem a 56% do lucro da empresa de janeiro a setembro de 2018

Vale divulga lista de funcionários que ainda não entraram em contato