Um jovem de 22 anos foi preso em Belo Horizonte por comunicação falsa de crime. Segundo a Polícia Militar, o rapaz informou que teria sido vítima de um roubo. Porém, descobriu-se mais tarde que ele havia inventado o crime para receber o seguro de um aparelho celular.

O caso aconteceu na noite de quarta-feira (23) na Praça João Viana, no bairro Rio Branco, região de Venda Nova. O jovem acionou a Polícia Militar e informou que havia sido abordado por dois homens, que teriam apontado algo pontiagudo na direção dele e exigido o celular. Ainda na versão do rapaz, a dupla teria fugido a pé.

A PM desconfiou da versão e perguntou porque a suposta vítima estava com a caixa do aparelho telefônico na mão. O jovem contou que, como morava perto, foi até a casa buscar a caixa para registrar a ocorrência e, assim, ter direito ao seguro.

Os militares fizeram rastreamento na região e analisaram câmeras de segurança do local, que não registraram o crime. Com isso, o rapaz confessou que havia perdido o aparelho e inventado a história para receber o dinheiro.

O jovem recebeu voz de prisão e foi encaminhado para a Central de Flagrantes (Ceflan), onde a ocorrência foi registrada. O suspeito pode sofrer pena de detenção de até seis meses, além do pagamento de multa, conforme o artigo 340 do Código Penal.