Um homem, que havia estuprado uma jovem na frente de sua mãe dias antes da prisão, foi detido após quase ser morto, na noite desta quinta-feira (13), em Contagem, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. O homem segue sob escolta policial no hospital. 

De acordo com informações da Polícia Militar, por volta das 19h30 desta quinta, o homem, de 33 anos, sofreu um atentado a tiros no tórax, braço e abdômen, no bairro Parque Maracanã. A vítima foi levada ao Hospital Municipal de Contagem. 

No local, como é de praxe, a PM apurou o nome e dados do homem. Os militares perceberam que havia semelhanças entre a vítima e um homem suspeito de ter estuprado uma jovem e, por isso, chamaram as mulheres para reconhecer o baleado e elas confirmaram a suspeita. 

Além do estupro, o homem tinha um mandado de prisão aberto. A polícia não soube informar a ocorrência que motivou o documento. O homem está sob escolta policial até o fim da recuperação. O caso será assumido pela Polícia Civil. 

Estupro

Duas mulheres, mãe e filha, de 42 anos e 20, caminhavam às margens da Via Expressa, na altura do bairro Perobas, em Contagem, por volta das 20h40 dessa terça-feira (11). Elas estavam a caminho de um encontro com um grupo para orações; o local era ermo.

Em determinado momento, um homem as abordou, armado, e roubou seus aparelhos celulares e alianças. Ele ainda as obrigou a tirar as vestimentas e estuprou a filha. 

Logo após o ato, segundo a PM, o homem fugiu e não foi localizado naquele dia.