A Prefeitura de Belo Horizonte está convocando aposentados e pensionistas nascidos em setembro para realização da prova de vida. O procedimento é obrigatório e ajuda a evitar irregularidades e fraudes no pagamento de benefícios. 

Para evitar a suspensão do benefício, basta ir a qualquer agência do banco Bradesco e efetuar a prova de vida por meio de um equipamento de autoatendimento.

"No terminal, eles inserem o cartão, digitam a senha bancária e seguem os procedimentos para realização de leitura biométrica, sem precisar aguardar o atendimento de um guichê”, explica o subsecretário de Gestão Previdenciária, Gleison Souza.

Ainda segundo o subsecretário, a recomendação é que as pessoas façam o recadastramento entre os dias 11 e 25 de setembro, período com menor fluxo de pessoas no banco. 
 
O processo
 
Diretamente no terminal de autoatendimento, insira o cartão Bradesco, selecione a opção "MAIS SERVIÇOS", novamente a opção "MAIS SERVIÇOS", depois selecione a opção 2 – "PROVA DE VIDA EMPRESAS E ÓRGÃOS" e, em seguida, opção 5 – "EFETUAR A PROVA DE VIDA". Após, faça a leitura da sua biometria. Com a identificação, constarão na tela os dados do beneficiário para confirmação. Confira se as informações estão corretas e pressione "ENTRA", mantendo sua mão na leitora. Aparecerá na tela a mensagem "OPERAÇÃO REALIZADA". Para finalizar, retire seu comprovante impresso. É preciso guardar o comprovante impresso.
 
Caso o beneficiário não tenha a biometria cadastrada ou não consiga realizar a prova de vida pelo equipamento de autoatendimento por qualquer motivo, ele deverá apresentar os documentos originais de identidade  e CPF ao atendente do Bradesco.

Prazo 
 
O aposentado ou pensionista que não efetuar a prova de vida até o último dia útil do mês de seu aniversário terá o pagamento do seu benefício suspenso até que regularize sua situação. 
 
Após o último dia útil do mês de seu aniversário, a prova de vida ainda poderá ser feita nas agências do Bradesco pelos próximos dois meses, mesmo que o benefício já tenha sido suspenso. Após este prazo a prova de vida só pode ser realizada na Central de Atendimento ao Servidor (avenida Augusto de lima, nº 30, 1º andar - Centro) Atendimento de segunda a sexta-feira, das 8h às 17h.
 
 Casos especiais

 
Em situações específicas, a prova de vida poderá ser realizada fora dos equipamentos de autoatendimento. Caso se enquadre em alguma das situações relacionadas abaixo, procure um funcionário da agência ou do posto atendimento:
 
1 - Pensionista menor de 18 anos de idade, não emancipado: comparecer acompanhado de pai, mãe ou representante legal;

2 - Pessoa impedida de se locomover por questões médicas: a prova de vida poderá ser feita no Bradesco por um representante legal, mediante procuração, válida por até seis  meses, com firma reconhecida em cartório com poderes para representá-lo perante o Regime Próprio de Previdência Social dos Servidores Públicos do Município de Belo Horizonte. Além da procuração, deverão ser apresentados também atestado médico que comprove a dificuldade de locomoção; original ou cópia autenticada por cartório (emitida há, no máximo, 60 dias) dos documentos obrigatórios e dos documentos de identificação de seu procurador;

3 - Quando não possuir cadastro biométrico por qualquer motivo;

4 - Quando sua biometria não puder ser lida por qualquer motivo;

5 - Para o beneficiário que tenha sido declarado absolutamente incapaz em processo judicial, a prova de vida será feita no Bradesco pelo curador (a), que deverá estar previamente cadastrado na Subsecretaria de Gestão Previdenciária da Prefeitura de Belo Horizonte, mediante a apresentação do termo de curatela original ou cópia autenticada por cartório, além dos documentos listados no item anterior, e dos documentos do curador.