Um dos criminosos mais procurados de Minas Gerais e que integrava a lista do programa "Procura-se" foi capturado pela Polícia Militar em Uberaba, na região do Triângulo Mineiro. Ele foi o primeiro bandido preso após a divulgação da lista, que traz o nome de 12 mais perigosos do Estado.

De acordo com a Secretaria de Estado de Segurança Pública (SESP), Carlos Leandro de Faria, de 21 anos, chamou a atenção dos militares quando trafegava pelo bairro Parque das Américas. O jovem estava em um veículo clonado, junto com outros dois indivíduos, que também foram detidos.

A prisão aconteceu no dia 20 de dezembro, mas só foi divulgada nesta segunda-feira (15) por questões estratégicas. Além do veículo clonado, foram apreendidos três celulares sem procedência e uma bucha de substância semelhante à maconha.

Conhecido como Leandrinho, além da suspeita de envolvimento com explosões de caixas eletrônicos, ele também era procurado pela prática de homicídio na região de Uberaba. O alvo ainda é suspeito em crimes de tráfico de drogas, porte ilegal de arma de fogo e receptação – todos na região do Triângulo.

Programa

O ‘Procura-se’ foi reativado pela SESP no dia 13 dezembro. Doze nomes integram a nova lista elaborada em conjunto com o Ministério Público, Polícia Militar, Polícia Civil, Polícia Rodoviária Federal, Polícia Federal, Secretaria de Administração Prisional e Corpo de Bombeiros. 

Homicídio, roubo, tráfico de drogas e extorsão mediante sequestro são os crimes cometidos pelos procurados. Todos eles têm ligação direta ou indireta com os recentes casos de explosões a caixas eletrônicos e ataques a policiais militares. 

A ação integrada é uma resposta aos casos. Representantes das organizações garantem que o Estado está preparado para combater aos crimes, mas a ajuda da sociedade é necessária para a localização rápida dos suspeitos. 

Os cartazes serão divulgados em no site procurase.seguranca.mg.gov.br, pelas redes sociais e em cartazes afixados em todos os municípios de Minas. Os mandados de prisão valem para todo o território nacional.

Quem souber informações sobre um dos procurados pode denunciar pelo número 181. A ligação é sigilosa e gratuita.

Leia mais:
Estado divulga imagens dos criminosos mais caçados de Minas; saiba quem são