Um homem suspeito de falsificação de documentos foi preso em flagrante durante o cumprimento de um mandado de busca e apreensão em um escritório no Centro de Belo Horizonte.

Segundo o delegado Rodolfo Rabelo Alves, que coordenou as investigações, José Aparecido Barbosa, 48 anos, foi preso após várias pessoas com documentos falsos serem detidas. “Em diversas investigações em nossa unidade percebemos muitas pessoas que estavam sendo presas apresentavam documentos falsos, principalmente identidade e habilitação. A partir desses fatos, começamos apurar quem estava fornecendo esses documentos. Descobrimos o local e a pessoa que fazia a falsificação e, então, solicitamos um mandado de busca. O local era usado de fachada como um escritório de contabilidade”, disse.

Durante a abordagem, foram encontrados computador, diversos espelhos de documentos públicos: Carteira de Identidade (CI), Carteira Nacional de Habilitação (CNH), atestados médicos, selos de cartórios, além de fotografias 3x4, programas com espelhos de CRLV, um documento de veículo em branco algumas impressões de espelhos de CI's e CNH's. Havia também máquina que faz furos em fotos de documentos de identidade e duas impressoras. “Ele montava o documento e inseria os dados nele, ainda falsificava selos de cartórios da capital e de Contagem. Como temos os documentos apreendidos em branco, vamos realizar a perícia para verificar a autenticidade e investigar se alguém, por ventura, estaria fornecendo documentos em branco para ele”, ressaltou Rodolfo.

O suspeito já havia sido detido pela Polícia Civil de Minas e pela Polícia Federal pelo mesmo crime. Ele foi preso e poderá responder por falsificação de documento público (Artigo 294 do Código Penal) e pelas modalidades de uso de selos públicos (Artigo 296, parágrafo 1º do Código Penal).