O corpo do mineiro Fabrício da Silva Santos, de 31 anos, encontrado morto há quase um mês na fronteira entre México e Estados Unidos, foi enterrado neste sábado (3), em Guanhães, cidade natal do rapaz, na região do Vale do Rio Doce. O translado de cerca de R$ 45 mil foi custeado com recursos de uma vaquinha virtual realizada pela família. 

O corpo chegou no Brasil na noite da última sexta-feira (2). Velório e enterro aconteceram nesta manhã.

Fabrício foi localizado sem vida no rio Bravo, no estado de Tamaulipas, no México, que liga o país ao Texas, nos Estados Unidos, no útimo dia 6. Cerca de três meses antes, conforme autoridades mexicanas, ele teria sido preso ao tentar atravessar a fronteira ilegalmente. Desde então, estaria preso no país da América do Norte. A esposa dele e o filho, de 1 ano, já viveriam em território norte-americano. 

 

Leia mais:

Corpo de mineiro morto na fronteira do México com os EUA será trazido ao Brasil

Mineiro é encontrado morto após atravessar fronteira dos EUA