A Polícia Militar realiza na tarde desta terça-feira (2) uma operação de combate à extorsão em hotéis de prostituição de travestis no hipercentro de Belo Horizonte.

Conforme a PM, são comuns os casos de homens, que são vítimas de travestis nesses hotéis. Eles são atraídos para dentro do quarto e, quando chegam lá, têm o dinheiro, celulares e objetos de valor roubados.  

Há duas semanas, conforme a Corporação, um travesti foi preso, depois de obrigar um homem que seria cliente dele a tirar dinheiro do caixa eletrônico; caso contrário, ele ligaria para a esposa da vítima. Com medo e constrangido, o homem chegou a ir ao banco quatro vezes, o que chamou a atenção do gerente, que acionou os militares. 

Levantamento da PM aponta 27 hotéis de prostituição na chamada zona boêmia de BH, cinco são só de travestis, localizados na rua Curitiba e avenida Santos Dumont. 

Participaram da ação nesta terça, fiscais da Prefeitura de Belo Horizonte e agentes do Juizado da Infância e Adolescência.

Ações desse tipo devem ser realizadas toda semana a partir de agora, de acordo com a PM. Nas operações, os militares contam também com a ajuda de cães farejadores. 

Leia mais:
Operação 'Book Rosa' prende mulheres suspeitas de agenciar garotas de programa em Poços
Suspeita de exploração sexual é presa durante desembarque no Aeroporto de Confins