A Polícia Militar apreendeu mais de 200 caixas de cervejas que supostamente seriam adulteradas em um sítio no povoado do Couto, em Cláudio, Centro-Oeste de Minas Gerais. Ninguém foi preso na operação.

Segundo a PM, eles chegaram até o local quando tentavam localizar assaltantes de um sítio vizinho. Na busca, os militares receberam denúncias de que no outro sítio aconteceriam atividades “suspeitas”.

Ao chegarem no local e não serem atendidos, os policiais pularam o muro do sítio e encontraram cerca de 4 mil tampinhas, 2 mil rótulos e 200 caixas de cervejas, além de uma prensa. A suspeita é de falsificação da bebida. No processo, rótulos de marcas mais baratas eram substituídos por de marcas mais caras.

Pessoas que estavam no local fugiram por um matagal ao perceberem a presença da polícia. Ninguém foi encontrado.