O atestado de óbito da menina Ana Clara Pereira Gonçalves, de 5 anos, encontrada morta na última sexta-feira (18), indica como possíveis causas da morte a "asfixia", a "sufocação" e  o "soterramento".
 
O corpo de Ana Clara, desaparecida há uma semana, foi localizado na tarde da última sexta-feira (18), na zona rural do município. A menina teria desaparecido após um desentendimento com a mãe. O padrastro dela, que tem 27 anos, é um dos principais suspeitos do crime. Conforme a Polícia Civil, ele teria dado informações sobre locais onde a garota poderia estar. Não há, no entanto, confissão do crime. 
 
Em depoimento, o suspeito disse que a morte da garota foi acidental. Ele está preso no presídio em Oliveira. E segundo, a Polícia Civil, as investigações seguem em andamento.
 
Nesse sábado (19), centenas de moradores acompanharam o velório e  o sepultamento do corpo da menina em Carmo da Mata.
 
Ana Clara

Ana Clara estava desaparecida há uma semana.

 
Leia mais: