Mais de R$ 10 mil em dinheiro e joias foram roubados da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (Apae) no bairro Caieiras, em Sabará, na Região Metropolitana de Belo Horizonte, no fim da noite desse domingo (23). Três homens, que são procurados pela polícia, teriam cometido o crime.

Conforme a Polícia Militar, os assaltantes, sendo um deles armado, invadiram o imóvel, que fica entre o presídio da cidade e o Corpo de Bombeiros. Eles renderam o vigilante e o amarram com lacres. O funcionário ainda foi trancado no banheiro e ameaçado de morte pelos homens que o obrigaram a ficar olhando para o chão todo o tempo.

Em seguida, o trio foi até a tesouraria da associação, onde arrombaram a porta de vidro e levaram dois cofres. A polícia foi acionada depois que um agente penitenciário percebeu a situação e notou a ausência do vigilante na guarita. No entanto, os suspeitos fugiram e o vigilante libertado pela polícia. O caso foi registrado na 3ª Delegacia de Plantão de Sabará e será investigado pela Polícia Civil.