Um acordo firmado nesta terça-feira (23) aproxima Minas Gerais de Israel do lançamento da Câmara Minas Gerais-Israel. A ideia é facilitar o relacionamento entre as partes, aproveitando o potencial não só comercial, mas de também de parceria em setores como tecnologia, medicina e agricultura. O lançamento oficial será às 19h na Comissão de Desenvolvimento Econômico da Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) 

Israel possui cerca de 6 mil startups em funcionamento. A Câmara de Comércio Minas Gerais-Israel pretende fomentar a vinda de empresas do país para o estado mineiro. O presidente da Câmara, Marcos Brafman, lembrou a vocação de Israel para a tecnologia com alta concentração de cientistas, universidades, algumas com atuação focada no desenvolvimento tecnológico. 

Há 30 anos, a principal ponte entre os dois países tem sido a Câmara Brasil-Israel. Agora, com a Câmara Minas Gerais-Israel, os empresários mineiros terão mais oportunidades de negócios com a nação do Oriente Médio, principalmente em exportações, missões comerciais e desenvolvimento de parcerias. 

A intenção é que, com o início das atividades, haja uma maior interação entre as duas partes. Em 2015, Minas Gerais exportou para Israel o total de US$ 42,66 milhões e importou U$ 27,61 milhões. "As empresas mineiras podem exportar muito mais do que exportam hoje para Israel", afirmou o presidente da Câmara de Comércio.

Leia mais
Governo federal descarta aumento de impostos até 2017
Sine oferece vagas de emprego em BH com salários de até R$ 1.800
Toyota inaugura no País o 1º centro de pesquisa da empresa na América Latina