Andar de táxi em Belo Horizonte está mais caro. O reajuste das tarifas, em vigor deste a meia-noite deste domingo (28), está previsto em portaria publicada nesta sexta-feira (26), no Diário Oficial do Município (DOM). A bandeirada, que antes era de R$ 4,40, passou a custar R$ 4,70. Em média, uma corrida de cinco quilômetros ficou 7,5% mais cara.

O reajuste, segundo a BHTrans, foi motivado pela variação nos preços dos insumos que compõem a planilha de custos do serviço no ano anterior à alta de preço. A inflação de 2015, medida pelo IBGE, por meio do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) foi de 10,7% (fevereito 2015/2016). Insumos como a gasolina e o etanol, por exemplo, foram reajustados acima da inflação.

Mais R$ 0,30
 
A partir de agora, a bandeirada fica R$ 0,30 mais cara, passando de R$ 4,40 para R$ 4,70. Já o quilômetro rodado na bandeira 1 passa de R$ 2,73 para R$ 2,94, e na bandeira 2 de R$ 3,28 para R$ 3,53.

A hora parada (R$ 26,23) não sofrerá alteração de preço. Assim como o valor cobrado para transporte de volumes com mais de 60 centímetros (R$ 1,30) e para carrinhos de supermercado (R$ 1,80).

Táxi lotação
 
O táxi lotação (Mineirão/Mineirinho) passa a operar com os seguintes valores: Mineirão/Centro de BH, de R$ 8,00 para R$ 8,60, Mineirão/Contagem-Centro de R$ 11,10 e R$ 11,90 e Mineirão/Contagem-Cidade Industrial de R$ 9,00 para R$ 9,70. Viagens para o Aeroporto de Confins continuam sendo feitas pelo taxímetro, sem incidência de taxa de retorno.
 
O último reajuste nas tarifas dos táxi de BH foi em fevereiro do ano passado. Na ocasião, a bandeirada passou de R$ 4,20 para R$ 4,40, o quilômetro rodado na bandeira 1, de R$ 2,58 para R$ 2,73, e na bandeira 2 de R$ 3,10 para R$ 3,28. A hora parada também sofreu aumento, passando de R$ 24,85 para R$ 26,23.