O homem de 33 anos que teria efetuado vários tiros na fachada do Hospital São Benedito de Cambuí, no Sul de Minas, foi preso pela polícia nesta quarta-feira (5). O suspeito teria confessado o crime e alegou que se revoltou por não ter médico no hospital para atender seu filho. O caso ocorreu no último domingo (2).
 
Segundo a polícia, o suspeito foi detido em um posto de combustível de Pouso Alegre, também no Sul de Minas, onde trabalhava como borracheiro. Quando avistou os militares, ele tentou fugir, mas acabou sendo preso.
 
Em seu depoimento, o homem revelou que após o crime jogou a arma usado no cirme dentro de um rio do município. Segundo a PM, ele já tinha passagens na polícia por receptação, furto e porte ilegal de armas.