A Polícia Militar divulgou na tarde desta segunda-feira (14) o balanço de ocorrências registradas durante a Virada Cultural 2015, em Belo Horizonte. Ao todo, foram 61 crimes identificados no evento iniciado na noite do último sábado (12) e encerrado na noite deste domingo (13).

As ocorrências estão divididas em furtos consumados e tentados, roubos consumados e tentados, vias de fato/agressão, uma tentativa de estupro e lesões corporais, pichação, bloqueio de via pública e extravio de documento.

A maior parte dos registros ocorreu no Hipercentro de Belo Horizonte, que é de responsabilidade do 1º Batalhão. Na região, foram registrados 58 ocorrências diretamente relacionadas à “Virada Cultural” sendo 19 no sábado e 39 no domingo.

Outra região onde também foram registradas ocorrências foi na área de responsabilidade do 34º Batalhão, que polícia a região Noroeste e parte da Pampulha de BH. Lá, foram três crimes fatos referentes à Virada Cultural.

Segundo a PM, foram empregados exclusivamente na Virada Cultural e Mineirão aproximadamente 550 militares, além do efetivo lançado diariamente. Em nota, o Comando de Policiamento da Capital (CPC) acredita que os resultados foram satisfatórios.

Ao todo, a Virada Cultural atraiu cerca de 500 mil pessoas, durante as mais de 24 horas de evento, curtindo mais de 600 atrações, divididas entre 18 palcos e 70 espaços culturais.

Foram mais de quatro mil profissionais, entre artistas e equipe de produção e apoio, envolvidos para a realização desta grande festa. A Virada é realizada pela Prefeitura de Belo Horizonte, por meio da Fundação Municipal de Cultura (FMC), e correalizada pela Associação dos Amigos do Museu Histórico Abílio Barreto.