Um jovem de 18 anos morreu na madrugada desta sexta-feira (4) após levar 17 tiros no bairro Capelinha, em Betim, na Região Metropolitana de Belo Horizonte.

De acordo com a Polícia Militar, um adolescente acionou a PM contando que uma pessoa o chamou no portão informando que um homem havia arrastado o irmão dele para um matagal e, em seguida, ouvido diversos disparos de arma de fogo. Essa mesma testemunha teria ouvido, ainda, a vítima gritar pedindo para não ser assassinado.

Os militares entraram na mata na companhia do menor e encontraram o corpo de A.B.S., já sem vida. A perícia esteve no local e constatou que ele levou 17 tiros na região do rosto.

Em relato aos militares, o pai da vítima disse que o filho vendia drogas e cometia furtos na região e, recentemente, havia saído da prisão, onde estava detido por roubo e tráfico de drogas.

Horas antes do homicídio o pai ainda teria pedido ao rapaz para não sair de casa e o jovem teria respondido que precisava sair pois "estava para matar ou morrer".

Segundo ele, esta não foi a primeira vez que o filho foi baleado. Em janeiro deste ano o rapaz sofreu uma tentativa de homicídio, quando foi atingido por sete tiros no bairro Imbiruçu, também em Betim.