Proíbidas desde 2010, as barracas para a comercialização de produtos nas imediações do Mineirão deverão voltar a integrar o cenário do local. A Prefeitura de Belo Horizonte divulgou a licitação que permite o retorno das barracas e tendas no espaço em dias de jogos. A informação foi publicada na edição do último sábado (8) do "Diário Oficial do Município" (DOM).

A volta das 96 feiras, que deixaram o local quando iniciaram-se as obras para a reforma do estádio para a Copa do Mundo de 2014, se dará em quatro pontos diferentes, posicionados nas avenidas que circundam o estádio - avenida Antônio Carlos, na avenida C, na praça Alfredo Camarati, e próximo ao Mineirinho. 

Os ambulantes poderão comercializar alimentos como macarrão na chapa, batata frita, feijão tropeiro, além de bebidas como cervejas e água mineral. De acordo com o edital, os vendedores terão permissão para iniciar a montagem das barracas até seis horas antes dos jogos, e deverão encerrar as atividades em até 15 minutos após o início da partida.

A previsão é que o serviço esteja disponível aos torcedores dentro de 120 dias. A entrega dos envelopes com os documentos de habilitação e a proposta deverá ser feita na Gerência Regional de Promoção de Eventos Esportivos, de Recreação, Lazer e Feiras Pampulha (GERPER-P), também na Regional Pampulha, entre 17 e 21 de agosto, de 9h às 16h.