Sete novas espécies de peixes que ainda não haviam sido descritas pela ciência foram encontradas em Minas Gerais. A descoberta foi catalogada, juntamente com outras 86, no livro "Peixes do Quadrilátero Ferrífero: Guia para Identificação". 
 
A compilação do estudo feito pela primeira vez no Estado reúne informações sobre a riqueza da fauna das bacias da região Centro-Sul de Minas, o que permitirá a identificação dos principais grupos que ocorrem nos rios Paraopeba, das Velhas e Doce. 
 
A pesquisa foi feita em parceria entre Vale, Fundação Biodiversitas e especialistas da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG).