Pelo menos 2 mil livros didáticos novos foram encontrados, na manhã deste domingo (14), em Ribeirão das Neves, na Grande BH. O material, segundo a Polícia Militar, seria destinado a escolas públicas de Contagem, Betim, Brumadinho e Santa Luzia, todas na região metropolitana. A maioria dos exemplares estava em embalagens plásticas originais.

Ainda não há informações sobre a forma como os livros foram descartados nem por quem. Todos os exemplares são edições de 2015, 2016 e 2017.

De acordo com o cabo Marcos Castro, do 40º Batalhão da PM, parte do material estava em um terreno baldio do bairro Santinho e outra parte foi encontrada no bairro Chácaras do Baú. Os livros são de disciplinas diversas, como matemática, português, biologia e inglês.

A ocorrência será registrada como "material e bens encontrados".

A investigação ficará a cargo da Polícia Civil.

Validade

Segundo o Ministério da Educação (MEC), livros didáticos têm validade de três anos a partir da data de publicação, exceto os que são considerados consumíveis.

Em caso de material não utilizado ou excedente, cabe às escolas informar à respectiva secretaria de educação, estadual ou municipal, para que o remanejamento seja feito para outras unidades de ensino.

A Secretaria de Estado de Educação (SEE) informou, em nota, que não participa da distribuição dos livros didáticos, realizada pelo MEC. Segundo a pasta, a Secretaria irá acompanhar as investigações para garantir que nenhum estudante seja prejudicado por eventuais faltas de material. 

Atualizada às 18h