Uma operação da Polícia Civil terminou com cinco pessoas presas na manhã desta quarta-feira (10), em Araxá, no Alto Paranaíba, suspeitos de participarem de dois homicídios em Montes Claros, no Norte de Minas, sendo um deles do agente penitenciário Wesley Fabrício Ribeiro, em 20 de abril deste ano. 
 
Segundo a Delegacia de Homicídios de Montes Claros, os envolvidos, que não tiveram os nomes revelados, também teriam relação com a morte de Matheus Koolk de Jesus Castro, em 24 de abril, também em Montes Claros. Após terem sido ouvidos na investigação dos casos, eles fugiram.
 
As investigações tramitam sob Segredo de Justiça. Os detalhes da operação e das investigações serão divulgados após o encerramento do inquérito. Os suspeitos também estariam envolvidos em outros crimes.