Servidores municipais de Belo Horizonte fizeram protesto e complicaram o trânsito na região Central de Belo Horizonte na manhã desta terça-feira (31). De acordo com o Batalhão de Trânsito da Polícia Militar (BPTran), cerca de 300 pessoas seguiram em passeata da Praça da Estação até a sede da prefeitura, na avenida Afonso Pena.
 
Na via, eles fecharam todas as faixas no sentido bairro Mangabeiras. Depois, o grupo seguiu caminhando até a rua da Bahia. De acordo com o Sindicato dos Servidores Públicos Municipais (Sindibel) a categoria se reuniu na Praça da Estação para dar início a campanha salarial.
 
Os trabalhadores deliberaram a pauta geral de reivindicações e, depois, realizaram a passeata para entregar o documento ao Governo Municipal. Durante o encontro, o presidente do sindicato, Israel Arimar, disse que os servidores não vão pagar pela crise.
 
De acordo com o Sindibel, a prefeitura terá até o dia 20 de abril para dar uma resposta às reivindicações, uma vez que a próxima assembleia conjunta tem indicativo de acontecer no início de maio. 
 
Entre as principais reivindicações da categoria, o reajuste salarial de 25% e o aumento do vale-refeição para R$30,00.