Em uma entrevista de quase três horas ao apresentador Gugu Liberato, o ex-goleiro Bruno Fernandes disse que, assim que sair da cadeia, "vai brigar" pela guarda de Bruninho, filho que teve com Eliza Samudio, morta em 2010. 
 
O ex-atleta foi condenado a cumprir 22 anos e três meses de prisão por participar do homicídio da modelo, que foi sua amante. 
 
"Eu vou brigar por ele [Bruninho], pela guarda dele. Eu vou trazer ele para o meu lado", afirmou. 
 
Cinco anos após o crime, que ainda tem pontos não desvendados pela polícia - o corpo de Eliza, por exemplo, nunca foi encontrado -, Bruno declarou que foi "omisso" no caso. 
 
"Eu vi as coisas acontecerem e simplesmente deixei que acontecessem. Nada do que eu disser vai trazer a Eliza de volta. Mas se eu soubesse onde está [o corpo] eu indicaria." 
 
O "Programa do Gugu" vai ao ar nesta quarta-feira (18), às 21h45.