O Vetor Sul da Região Metropolitana de Belo Horizonte (RMBH) ganhou um novo representante: a Associação de Desenvolvedores do Vetor Sul (AVSul). A entidade é composta por 13 grandes empresas localizadas na área e busca o desenvolvimento socioeconômico e urbano ambiental da localidade.
 
Encabeçada pela CSul Desenvolvimento Urbano, a AVSul reúne as principais empresas instaladas no entorno, como a Coca-Cola Femsa, Ferrous, Gerdau, Vallourec, Biomm Technology, Via 040, Associação Comercial – Alphaville Mall, Fundação Dom Cabral, Suplimed, Canadá Shopping, Grupo SEB e Chevals. 
 
Segundo o superintendente da CSul, Waldir Salvador, o objetivo é criar uma região que dependa menos de Belo Horizonte, evitando o movimento pendular para a capital. Na próxima reunião da entidade será definida a diretoria da AVSul e as prioridades do grupo.
 
“Queremos transformar o Vetor Sul, entre Nova Lima e Itabirito, em uma centralidade. Um lugar para morar, trabalhar e de lazer. Não apenas um dormitório ou um local de trabalho. Uma das prioridades será melhorar a infraestrutura da região. A BR-040 virou uma grande avenida e o canteiro central pode ser aproveitada para o transporte público, como uma pista para BRT”, afirmou Waldir.
 
Salvador destacou a potencialidade do Vetor Sul. Ele diz que é necessário e possível melhorar o transporte público, devido à quantidade de empregos gerados, por meio das empresas no local. “Também precisamos criar uma faculdade ou centro de ensino na região, uma vez que temos muitas pessoas que saem de Itabirito, Nova Lima e até Ouro Branco, só para estudar em BH. Iremos atuar em conjunto com os Governos Estadual e Municipais do perímetro metropolitano do Vetor Sul de Belo Horizonte. Todo o desenvolvimento respeitará a questão ambiental”, afirmou
 
No entanto, o superitendente da CSul descartou que a nova entidade assuma a construção da alça restante na BR-356, entre Belo Horizonte e Nova Lima.
 
Plano Diretor
 
No primeiro encontro da AVSul, o Diretor de Planejamento da Agência de Desenvolvimento da Região Metropolitana, Sandro Veríssimo, apresentou o Plano Diretor de Desenvolvimento Integrado (PDDI) do Governo de Minas Gerais, que define estratégias e ações de fomento dos Vetores Norte, Oeste e Sul para as próximas quatro décadas, com foco na expansão urbana, mobilidade e saneamento básico. 
 
Na ocasião, Veríssimo pontuou a necessidade de se criar cidades mais compactas, dotadas de vários núcleos com oferta de emprego, moradia e lazer. “A RMBH é fragmentada e sua estrutura espacial é excessivamente apoiada no hipercentro de Belo Horizonte, que já possui um trânsito saturado e cada vez mais caótico, por isso é preciso criar mais centralidades com o uso misto do solo, a exemplo do que tem sido feito no Vetor Sul, com o intuito de reduzir os deslocamentos diários da população, resultando em melhorias na mobilidade urbana”, ressalta. 
 
Ainda de acordo com o diretor, as medidas são urgentes, uma vez que, em determinados corredores de trânsito da Região Metropolitana, apenas 50% da capacidade viária é utilizada em horários de pico, já que os automóveis realizam, praticamente, um fluxo unidirecional, seja para as pessoas irem ou voltar do trabalho, por exemplo, em função da dependência do centro da capital. 
 
Diante disso, a CSul, apoiada no PDDI, idealizou um dos maiores projetos de Desenvolvimento Urbano do país, com o objetivo de criar uma centralidade autossuficiente em Nova Lima a ser implementada em até 50 anos. “Teremos, em uma área de mais de 27 milhões de m², residências, indústrias limpas, empresas de prestação de serviços, comércios, equipamentos urbanos e áreas verdes, de modo que a população possa trabalhar, estudar, morar e se divertir em um só lugar”, reforça Waldir Salvador. 
 
Os primeiros empreendimentos já começaram a ser construídos no perímetro da CSul, como as fábricas da Suplimed e da Biomm Technology, companhias voltadas para o segmento médico. Além disso, importantes redes como o Super Nosso, Drogaria Araújo e Shopping Iguatemi já confirmaram a instalação de unidades no local. 
 
(* Com COM VOCÊ COMUNICAÇÃO)