A partir das 18 horas desta sexta-feira (6), o trânsito na MG-262 em Mariana, na região Central de Minas Gerais, foi liberado para veículos leves. Segundo o Departamento de Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER/MG), uma variante foi aberta paralela à ponte sobre o rio Gualaxo, que foi interditada há quase um mês após ter sua estrutura abalada por um grave acidente envolvimento um caminhão que transportava combustível. Na ocasião, o veículo perdeu o controle, caiu no curso d'água e explodiu.
 
Ainda conforme o DER, veículos pesados e de carga deverão continuar a realizar um desvio pela BR-381, sentido João Monlevade, depois seguir pela BR-262 até próximo a Rio Casca onde deverá entrar na MG-329 até Ponte Nova. Outra opção é passar pela BR-356, sentido Ouro Preto, depois pela MG-262 sentido Mariana. Na sequência, os motoristas devem seguir em direção a Catas Altas e Santa Bárbara pela MG-129 até o entroncamento com a BR-381 em João Monlevade. Em seguida, os condutores devem entrar na BR-262 até próximo a Rio Casca, onde deverão continuar a viagem pela MG-329 até Ponte Nova. 
 
Entenda o caso
 
Em 9 de maio deste ano, um caminhão-tanque caiu da ponte sobre o rio Gualaxo e explodiu no distrito de Furquim, em Mariana, na região Central do Estado. Com o impacto da batida, houve vazamento de óleo no rio e o veículo explodiu matando o motorista carbonizado. Além disso, a estrutura da ponte teria sido danificada e precisou ser interditada.
 
De acordo com o DER, desde o dia 10 de maio, técnicos do órgão realizaram "uma série de estudos de engenharia entre eles teste de carga, análise de ferragens expostas e danificações no concreto, além de consulta ao projeto construtivo para determinar as intervenções necessárias". Um projeto de recuperação já foi definido e, agora, o DER está realizando os levantamentos quantitativos para a obra seja executada por dispensa de licitação devido à urgência e o impacto da interdição para cerca de 3 mil usuários que passam pelo local diariamente.