Quatro pessoas foram presas entre o fim da noite de quinta-feira (29) e madrugada desta sexta-feira (30) por porte ilegal de arma de fogo e drogas. Nas duas ocorrências atendidas pela Polícia Militar, o material apreendido estava escondido em guarda-roupas
 
Um dos casos ocorreu no bairro Landi I Seção, em Ribeirão das Neves, Região Metropolitana de Belo Horizonte. Após denúncia anônima, militares do Batalhão de Rondas Táticas Metropolitanas (Rotam) foram até uma casa que fica na rua Nove. No local, após buscas, os policiais apreenderam uma escopeta calibre 12 e dois cartuchos.
 
Tales Marlio de Oliveira, de 23 anos, assumiu ser o dono do material. Já Jeandersn Reine Soares Oliveira, de 27 anos, dono da casa, confessou que sabia que a arma estava escondida na residência. Os dois foram detidos e encaminhados para a Delegação de Plantão de Ribeirão das Neves.
 
No bairro Vista Alegre, região Oeste da capital, um casal foi preso por suposto envolvimento com o tráfico de drogas. Com a dupla, policiais do 5º Batalhão encontraram um quilo de crack, 300 gramas de cocaína, uma balança de precião e um computador.
 
Os militares chegaram até o local da ocorrência após denúncia de que a moradora de uma casa na rua Santa Cecília guardava entorpecentes. No local, a dona da residência permitiu revista. O material foi localizado no guarda-roupa de Lorena Augusta de Oliveira Lopes, de 21 anos.
 
A jovem não estava na residência, mas compareceu ao local após chamado de sua mãe. Aos policiais, ela contou que guardava a droga a pedido do pai de seu filho. Com a informação, a polícia seguiu até a casa do suspeito, Antônio Rogério Teixeira Lima, de 24 anos.
 
Ele negou ser o domo do material, mas depois de um tempo acabou confessando que a droga pertencia a uma traficante que está preso, mas comandava o tráfico de dentro do presídio. O casal foi detido e encaminhado para a 36º Delegacia de Plantão.