Pacientes com cirurgias marcadas para esta semana, em hospitais estaduais e municipais de Belo Horizonte, podem respirar aliviados. Os procedimentos, suspensos desde a última quinta-feira em função dos baixos estoques de sangue no Hemocentro da capital, serão retomados nesta terça-feira (20).

Segundo o coordenador da unidade de Belo Horizonte, Marcelo Froes, pelo menos 400 voluntários compareceram ao Hemocentro no último sábado. A iniciativa fez as reservas alcançarem 50% da capacidade.

“Com o estoque superior ao limite seguro, que é de 30%, já podemos voltar a abastecer os hospitais que, por sua vez, poderão retomar as cirurgias eletivas”, afirmou Froes.

Mas é fundamental que as doações continuem. Com capacidade para coletar sangue de até 450 pessoas, diariamente, as duas unidades da capital – uma no Centro e outra no shopping Estação BH – receberam cerca de 250 voluntários, por dia, na última semana.

A baixa no estoque obrigou os hospitais da capital a suspenderem os procedimentos agendados. A medida foi tomada na última quinta-feira.

Todas as instituições de saúde do Estado e da prefeitura de Belo Horizonte, além de alguns hospitais particulares, são abastecidos com estoques de sangue do Hemocentro.

“Dependendo do tipo de procedimento, no caso de uma cirurgia mais delicada, de emergência, um mesmo paciente pode precisar de até 20 bolsas de sangue. Por esse motivo, precisamos de uma quantidade considerável em nosso estoque”, reforça Marcelo Froes.

COMO DOAR

Voluntários que quiserem doar sangue podem procurar o Hemocentro de Belo Horizonte, que fica na Alameda Ezequiel Dias, 321, no Centro – atrás do Parque Municipal. As coletas são realizadas de segunda a sexta-feira, das 7h às 18h. A doação deve ser agendada pelo telefone 155. Outras informações estão no site da instituição: www.hemominas.mg.gov.br.