Moradores de um prédio do bairro de Lourdes, na região Centro-Sul de Belo Horizonte, resolveram protestar de uma forma no mínimo inusitada na noite desta quinta-feira (8). Impedidas de entrarem e saírem da garagem do edifício por causa de um carro parado em frente ao local, cerca de cinco pessoas cobriram o veículo com lixo.
 
Um colaborador do Hoje em Dia, que não quis se identificar, informou que as sacolas e caixa de lixo só foram colocadas em cima do capô do veículo depois que os moradores ligaram oito vezes para a BHtrans, empresa que administra o trânsito na capital, e não foram atendidos. Ele contou que o prédio fica bem perto de uma zona boêmia e, por isso, é comum os clientes de bares e casas noturnas estacionarem seus carros em qualquer lugar, inclusive bem em frente ao portão da garagem do prédio. "Essa não é a primeira vez que isso acontece. O pessoal conseguiu sair porque passou pelo passeio. Normalmente, a BHTrans reboca carros aqui. Mas, hoje, ainda não nos atendeu".
 
O colaborador ainda revelou que, no meio do tumulto formado quando os moradores queriam sair e procuraram pelo dono do carro, o possível dono do veículo foi até o local, mas se recusou a corrigir o seu erro. "Ele chegou a se identificar, mas, assim que foi xingado, foi embora e falou que não iria mais mudar o local onde estacionou".
 
Após cerca de três horas desde o primeiro chamado dos moradores, um guincho da BHTrans enfim chegou ao local e rebocou o carro.
 
A reportagem do Hoje em Dia tentou contato com a BHTrans para saber sobre a denúncia de demora no atendimento, mas não obteve sucesso.
 
 
WhatsApp_HD