Funcionários e clientes da concessionária Toyota Rodobens Automóveis, localizada no bairro Padre Eustáquio, na região Noroeste de Belo Horizonte, viveram momentos de pânico nesta terça-feira (18). O estabelecimento, que fica às margens da movimentada avenida Tereza Cristina, foi invadido por dois homens armados por volta de nove horas da manhã.
 
De acordo com relatos das vítimas aos militares do 34º Batalhão da Polícia Militar, a dupla anunciou o assalto depois de ter acesso ao galpão da concessionária. Em poucos minutos, os suspeitos ordenaram que todos deitassem ao chão e um deles, que é moreno e tem idade aparente de 20 anos, abordou o manobrista do local. Com uma arma apontada para a cabeça, o funcionário teve que entregar a chave de uma Hilux preta. No mesmo momento, o outro assaltante, que tem a pele clara, percebeu que um veículo do mesmo modelo, mas prata, estava com a chave na ignição e também entrou na caminhonete de luxo. Em seguida, a dupla fugiu em alta velocidade pela rua Vila Rica. Carteiras, dinheiro e celulares das vítimas também foram roubados e a polícia acionada rapidamente. Ninguém foi ferido.
 
Durante a realização de rastreamento, a Hilux preta foi localizada na rua José Pedro Araújo, em Contagem, na Grande BH. Por meio de consulta do chassi do veículo, os oficiais confirmaram que a caminhonete era a roubada e abordaram um homem que estava dentro do veículo. 
 
Ao ser questionado sobre a origem da Hilux, que estava sem placa, Abel Herbert Rosa Dias alegou que havia tomado posse do veículo depois que dois homens o abandonaram quando ele saiu da Feira do Eldorado. Ele afirmou que aproveitou o ocorrido para dar um "rolé" e negou qualquer envolvimento no assalto. Entretanto, as vítimas informaram aos policiais que o suspeito tem as mesmas características de um dos assaltantes.
 
O caso será investigado pela Polícia Civil e ainda não há pistas sobre o destino do outro suspeito e Hilux prata.