Um adolescente de 17 anos morreu após usar drogas e se encontrar com prostituta na madrugada desta sexta-feira (14), em Belo Horizonte. O óbito de W.P.S foi registrado como encontro de cadáver pela Polícia Militar (PM), após dois amigos do garoto, de 18 e 19 anos, pedirem socorro à equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu). O resgate foi acionado para o encontro da avenida Afonso Pena com a rua Cambuí, no bairro Cruzeiro, na região Centro-Sul. Após confirmação do óbito por suspeita de infarto, os socorristas foram quem comunicaram o fato à PM.
 
Ao serem questionados sobre o que havia ocorrido com W.P.S, os amigos do adolescente informaram aos policiais que ele havia feito uso de lança perfume e maconha ao tentarem entrar em boate de prostituição da avenida Afonso Pena e não conseguirem porque a vítima é menor. A dupla ainda contou que eles pretendiam pegar um táxi para voltar da casa noturna, quando o amigo disse que precisava urinar e entrou na rua Cambuí. No entanto, instantes depois, uma mulher aparentando ser uma garota de programa se aproximou dos amigos de W.P.S e os informou que ele havia caído ao chão, estava passando mal e com a boca espumando. Assustados, os jovens pediram socorro. 
 
Após o trabalho da perícia, o corpo do adolescente foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) da capital mineira. A real causa da morte será investigada pela Polícia Civil (PC). O previsto é que o resultado dos exames que serão feitos no cadáver saia em 30 dias. A ocorrência foi encerrada na Central de Flagrantes (Ceflan), no bairro Floresta, na região Leste.