Um homem, de 29 anos, foi preso depois de usar as redes sociais para aliciar uma menina de 12 anos, em Aimorés, no Vale do Rio Doce. Éder de Souza Silva é filho dos padrinhos da criança e aproveitou-se dessa relação de confiança para atraí-la e ter contato físico com ela. “A conjunção carnal só não aconteceu porque a família agiu rápido e procurou a polícia”, conta o delegado André Dias Nunes.
 
Segundo o policial, a mãe percebeu mudanças no comportamento da filha que desligava abruptamente o computador ou saia do facebook toda vez que se aproximava. Com acesso à conta, a mulher viu que conversavam sobre um encontro no domingo (26), quando o acusado teria beijado e tocado o corpo da criança. “Ele postava fotos nuas e tentava seduzir a menina, marcar novo encontro. A intenção era, além dos atos libidinosos, o ato sexual”.

A Polícia Civil apreendeu o computador de Silva durante cumprimento de mandado de busca e apreensão e descobriu que, além de criar um perfil falso para dificultar a sua identificação, ele tinha interesse em se relacionar com meninas mais novas.  E estaria tentando, inclusive, atrair uma prima da menina aliciada, também menor de idade. Silva foi indiciado por estupro a vulnerável e está detido por força de prisão temporária na Cadeia Pública de Aimorés desde a noite de quarta-feira (29).