A data oficial é 6 de janeiro, Dia de Reis. Mas as comemorações foram antecipadas neste domingo, na Praça da Liberdade, região Centro-Sul de Belo Horizonte, onde dois grupos de Folia de Reis surpreenderam quem passava pelo local com uma apresentação a céu aberto.

Com a voz, violão e batuques, cantavam músicas que recontavam a história do nascimento de Jesus e a visita dos reis magos Baltazar, Gaspar e Belchior.

“Há mais de 20 anos nos reunimos nessa época do ano. É uma festa que alia fé e tradição”, afirma Claudeci Fonseca, presidente do Folia de Santos Reis do Paulo VI. As músicas foram compostas pelos próprios integrantes do grupo. A cada apresentação, porém, novos versos são criados e adaptados à melodia.

O festejo também contou com a participação da Caravana de Reis de Santana de Pirapama, cidade da Região Metropolitana de BH. Desde 1903, o grupo percorre cidades mineiras promovendo o espetáculo de Folia de Reis.

Engana-se quem pensa que apenas idosos se interessam por essa manifestação cultural, afirma Maria Conceição Martins Silva, membro do grupo. “Temos a preocupação de preservar essa tradição. Ensinamos às nossas crianças. É um legado que não pode ser perdido”.

Francisca Xavier, de 72 anos, saiu de casa ontem exclusivamente para ver as apresentações. “Parece uma viagem ao passado. Desde que me mudei para a capital, há 40 anos, foi a primeira vez que pude participar da festa. Celebrar o nascimento de Cristo é fundamental para quem tem fé”.