Sabe aquelas recomendações que os nossos pais nos faziam sobre o cuidado com os olhos? Ler com pouca luminosidade faz mal, não pode ver TV de perto, usar o computador com moderação e tantas outras "estórias" que eram seguidas à risca são mitos sobre a saúde ocular.

Nesta terça-feira (10) é celebrado o Dia Mundial da Saúde Ocular e, para marcar a data, o professor do departamento de Oftalmologia e Otorrinolaringologia da Faculdade de Medicina da UFMG, Márcio Nehemy, esclarece alguns desses mitos e verdades. Confira:

Ler com pouca luminosidade prejudica a visão.

MITO. Não prejudica em nada. As pessoas podem sentir um desconforto, um cansaço pela dificuldade em enxergar, mas isso não significa que estejam forçando a visão. Não há desgaste, nem lesão.

Ficar muito tempo na frente de computadores faz mal.

MITO. Nenhum mal. A única ressalva é que, quando a pessoa está na frente da tela, aumenta-se o nível de atenção e, assim, ela pisca menos. E piscar é muito importante para lubrificar os olhos. Temos que nos lembrar de piscar mais.

Leitura dentro de veículos em movimento provoca deslocamento de retina.

MITO. Não há risco algum, pode ler à vontade. Muita gente também estende essa crença para pessoas que operaram o olho. Dizem que quem operou deve “poupar os olhos”. Também não procede. Mesmo quem já operou o olho pode ler dentro de ônibus, por exemplo. Algumas pessoas sentem um certo enjoo, mas não há dano ao organismo.

Ver televisão de muito perto é prejudicial.

MITO.  Nem a luminosidade, nem a radiação são nocivas ao olho. Mas os pais devem ficar atentos. Se a criança gosta de ficar perto da televisão, se precisa aproximar os olhos dos objetos, podem ser sinais de que ela possa estar com algum problema ocular.

Cenoura faz bem para a visão.

VERDADE. A cenoura contém vitamina A, que é importante para o mecanismo da visão. De fato é bom, mas a quantidade que ingerimos desse alimento normalmente, dentro de uma dieta saudável, já é suficiente. Não é necessário comer mais. Frutas e verduras, especialmente aquelas de tom verde mais escuro, fazem bem à saúde dos olhos. O mesmo vale para frutas amarelas e alimentos que contém ômega 3, que são os peixes em geral.

As dores de cabeça estão associadas a problemas de visão.

DEPENDE. O importante é deixar claro que nem toda dor de cabeça é problema de visão. Algumas pessoas que necessitam de grau, mas não sabem disso ou não usam óculos, conseguem focar objetos a custo de esforço. E esse esforço contínuo pode causar dor. Mas se a dor de cabeça independe do uso da visão, outras causas devem ser investigadas.

Depois dos 40 anos, todo mundo desenvolve “vista cansada”.

DEPENDE. Realmente, depois dos 40 anos, passamos a ter dificuldade de enxergar de perto. A exceção são os míopes. Eles não conseguem enxergar bem de longe, mas provavelmente não terão dificuldades para ver de perto.

*Com informações da UFMG