Conteúdo de inteira responsabilidade da CASACOR

A CASACOR Minas foi o primeiro grande evento anunciado na capital mineira desde o início da pandemia, tornando-se um marco da retomada da programação na cidade. A mostra fez um grande investimento em trazer tecnologias capazes de garantir a segurança de todos os visitantes e envolvidos com a sua realização. 

Outro ponto de destaque foi o investimento da organização em acessibilidade, garantindo que cadeirantes e pessoas portadoras de deficiência possam visitar a mostra. O circuito conta com rampas de acesso e o Palácio das Mangabeiras recebeu um elevador, que foi integrado ao complexo, um dos legados da mostra. Além disso, a CASACOR é responsável por promover uma série de melhorias na antiga residência dos governadores, que podem ser conferidas durante a visita. 

A CASACOR Minas é uma plataforma que reúne conteúdo, inspiração networking e entretenimento. Ao visitar a mostra, o público tem a oportunidade de conhecer e se inspirar com os trabalhos assinados por diversos arquitetos, designers de interiores, paisagistas, designers de produtos e artistas. 

Nesta edição os ambientes integrados tiveram bastante destaque, deixando claro que espaços de uso misto já são realidade, principalmente após o avanço da pandemia. Além dos lofts que já surgiram com essa finalidade, hoje cozinhas, salas e até quartos já reúnem várias funcionalidades. É o caso do Gourmet dos Sentidos Deca, de Sérgio Viana, uma cozinha de estar que foi inteiramente pensada para receber pessoas. 

O Living Prima Linea, de Ângelo Coelho, Ângelo Coelho Filho e Cristina Morethson é um dos exemplos de como a criação de espaços integrados pode contribuir para deixar a casa mais harmônica. Ao invés de paredes, são as peças de mobiliário que fazem a demarcação dos territórios, possibilitando que o espaço seja utilizado de várias formas. Um mesmo cômodo reúne sala de estar, sala de TV, espaço gourmet, mesa de jantar e uma mesa de jogos, que também pode ser utilizada para outras finalidades. 

No Estúdio Lapinha, da Plano Livre, a ideia foi apresentar uma construção compacta, que será levada posteriormente para a Lapinha da Serra para ser transformada em uma casa de hospedagem. Com quarto, banheiro, cozinha e uma ampla varanda que abraça o projeto, a supressa fica por conta das soluções apresentadas.  No Bangalô Bateia, do Studio 126 Arquitetura, a proposta foi eliminar barreiras. Nele varanda, estar, biblioteca, banho convivem em perfeita harmonia. 

O Refúgio do Palácio, de Ana Livia Werdiny e Janaína Pacheco, é um ambiente que reúne um amplo estar, home theater, espaço para leitura, uma adega e um pequeno home office. Tudo em perfeita sinergia. 

No Quarto Jovem empreendedora, de Aline Castro e Natália Leite, a ideia foi a concepção de um dormitório que também pode funcionar como escritório ou sala de TV. Ideal para quem trabalha em casa e ainda precisa receber pessoas para pequenas reuniões. 

Outro projeto que chama bastante a atenção é o Quarto dos Filhos, da Situar Projetos. A proposta foi reunir em um mesmo cômodo duas crianças com idades diferentes, otimizando a distribuição da casa. O espaço tem toda a infraestrutura necessária para garantir o descanso e a diversão dos pequenos, além de uma mesa de estudos e até uma piscina de bolinhas - sonho de qualquer criança. 

A Suíte Líder, de João Daniel, abriga um pequeno estar, com mesa de refeições, home office, closet, bancada de maquiagem e ainda uma ampla área de banho, com banheira de imersão e chuveiros, uma espécie de resort particular. 

No Loft Sense, de Andreia Medeiros e Cristina Capanema, a proposta é ressaltar o essencial, com foco no design e nas linhas orgânicas. E na Casa Voktum, projeto de Barbara Nobre, a integração é total e chama atenção pela leveza e pela integração com a natureza. 

Janaina Araújo projetou a Garage Pub, um espaço para quem gosta de receber amigos. O diferencial é que ele pode funcionar em um anexo da casa ou até mesmo na garagem. 

A CASACOR Minas segue até domingo(31/10), no Palácio das Mangabeiras(Praça Ephigênio de Salles, 01, Mangabeiras). Os ingressos podem ser adquiridos no site da mostra ou na bilheteria do local, que tem projeto assinado por Andrea Pinto Coelho.