Quando falamos em vinil, logo se lembra dos discos que embalaram muitas baladas no passado, não é mesmo? Nascidos na década de 40, os discos de vinil tiveram hegemonia no mercado até início da década de 90, quando os CDs invadiram o mercado. Hoje, o item é peça retrô e usado por muitos colecionadores como decoração, paixão ou lembrança de uma época. 
 
Já na moda, o vinil é tendência para os dias de inverno. Mesmo já dando as caras em desfiles internacionais há algumas temporadas e aparecendo timidamente por aqui, nas coleções de alguns estilistas brasileiros, a certeza veio na Semana de Moda de Paris, quando os maestros Christian Dior, Chanel, Alexandre Vauthier e Bouchra Jarrar resolveram bater o martelo e “bancar” a tendência.
 
Nos últimos tempos, tornou-se muito comum reaproveitar algo que “bombou” numa década qualquer. De acordo com a estilista Fernanda Fontes Arges, como os anos 60 e 70 estão em alta, o uso do vinil na Semana de Moda de Paris Outono-Inverno, não foi nenhuma surpresa. “Começou a ser usado em 1960 por estilistas como André Courrèges e Pierre Cardin, que buscavam sensações futuristas para suas coleções”, explica Fernanda. 
 
Para você que não quer ficar de fora, mas é insegura na hora de usar as tendências das passarelas, começar por um cinto pode ser a melhor opção. Para quem não tem medo e já possui um feeling fashion, as botas de cano longo da Dior ou mesmo as meias apresentadas pela Maison Margiela compõem um look incrível para os dias frios. 
 
Que seja uma saia, uma legging ou um casaco lindo ou até mesmo um discreto cinto. O que vale é se jogar nessa tendência para o inverno e deixar seus dias frios carregados de muita moda!