A chuva foi a grande vilã dos pilotos na manhã desta sexta-feira (12). Quem soube lidar melhor com ela foi Yonny Hernández, que deixou os favoritos para trás e terminou como o mais rápido do primeiro treino livre para o GP de San Marino de MotoGP. O colombiano garantiu a ponta com o tempo de 1min50s310.

A marca foi 1s693 mais rápida do que a que de Marc Márquez, que ficou com a segunda colocação. O líder do Mundial ficou atrás do adversário por muito tempo, porém não conseguiu voltas mais rápidas devido às condições climáticas.

Além de atrapalhar diretamente o desempenho de muitos competidores, a chuva contribuiu para que a primeira atividade no circuito de Misano tivesse nove quedas. Apesar disso, os pilotos que sofreram com a pista molhada e acabaram caindo não se machucaram.

A terceira colocação do treino ficou com Andrea Dovizioso, que cravou 1min52s093. Stefan Bradl foi o quarto, 2s076 mais lento do que o líder, e foi seguido por Danilo Petrucci, que foi o piloto que mais ficou na pista durante a sessão.

Aleix Espargaró terminou em sexto, logo à frente de Andrea Iannone, enquanto Pol Espargaró foi o oitavo. Os responsáveis por fecharem o top 10 foram dois dos principais pilotos da temporada: Valentino Rossi e Dani Pedrosa, que terminaram na nona e na décima colocação, respectivamente. Já Jorge Lorenzo foi ainda pior e ficou em 12º.