Em 2008, logo em sua segunda temporada na Fórmula 1, Lewis Hamilton se tornou o piloto mais jovem a vencer um Campeonato Mundial. Com os dois grandes resultados apresentados pela McLaren em seus dois primeiros anos na categoria, o piloto se firmou como um dos principais competidores, mas ainda não conseguiu repetir os grandes desempenhos que o consagraram.

Agora defendendo a Mercedes, Lewis espera ter chances de brigar pelas primeiras colocações do mundial no próximo ano, mas admite que talvez nunca mais volte a conquistar o tão sonhado título.

"Eu tenho a confiança que seremos competitivos no ano que vem, mas você nunca sabe, talvez as circunstâncias signifiquem que eu nunca vá vencer o campeonato novamente. Isso pode acontecer em nosso esporte, então, quem sabe?", afirmou Hamilton em sua coluna no site da emissora "BBC".

Apesar da afirmação, o britânico garantiu que continua com uma grande motivação na Fórmula 1 e que não se sente pressionado para voltar a vencer o Mundial.

"Um tempo atrás, esse seria um pensamento assustador, mas agora não é mais. Naturalmente, eu sou muito apaixonado pelas corridas. E amo isso completamente, faço absolutamente de tudo cada vez que entro no carro, amo os altos e baixos e não gostaria de ser perfeito", concluiu.