Decisivo para o empate do Cruzeiro ante o São Paulo neste domingo (2), pela 7ª rodada do Campeonato Brasileiro, o volante Lucas Romero - que atuou como lateral direito na partida e foi um dos melhores em campo -, criticou a decisão do colega de equipe, Marquinhos Gabriel, em não dar o toque para Sassá no último lance do jogo, que poderia decretar a vitória celeste. Após boa jogada, Marquinhos Gabriel tentou finalizar, mas foi travado na hora do chute e, em seguida, o árbitro finalizou o duelo no Pacaembu.

Para Romero, neste lances decisivos, mais do que procurar fazer um bom chute, o melhor é procurar quem esteja em situação mais clara de gol, pois oportunidades como esta podem definir um jogo. Ele ressaltou, contudo, a bela jogada feita pelo companheiro de time.

"A gente tem que tentar procurar sempre quem está melhor colocado para fazer o gol. Mas também não podemos criticar muito, o Marquinhos fez uma grande jogada e achou que era o melhor ele definir a jogada", comentou na saída de campo.

Para o argentino, o Cruzeiro mereceu a vitória no domingo e o resultado não foi justo, principalmente no segundo tempo. Todavia, não só o empate mas, principalmente, a apresentação em campo, dão um impulso para o decisivo duelo contra o Fluminense, quarta-feira (5), às 19h15, no Mineirão, pelas oitavas de final da Copa do Brasil.

"A gente sai um pouco chateado porque primeiramente fomos superiores ao São Paulo no jogo todo. Acho que merecíamos sair com os três ponto. Mas está bom, continua a luta"

Tabela

Com o empate deste domingo, o Cruzeiro está com 7 pontos, na 15ª colocação. O time celeste ainda pode cair uma posição, caso o CSA vença o Atlético, no Independência.

Na próxima rodada, a Raposa recebe o Corinthians, sábado, às 19h, no Mineirão.

Leia Mais:
Com golaço de falta de Thiago Neves, Cruzeiro busca empate contra o São Paulo e escapa do Z4