Após o empate com o Figueirense neste sábado (21), no Mineirão, o técnico Paulo Bento pediu ao torcedor do Cruzeiro algo que ele já perdeu há muito tempo nesta temporada: paciência "Temos muito trabalho pela frente. Não é com uma semana de trabalho e com cinco treinos que se consegue organizar uma equipe", afirmou o treinador português.

E seguiu na mesma linha em seguida: "Uma equipe de futebol é sempre um processo inacabado. Há sempre algo para melhorar, algo para fazer. Todos os processos precisam de tempo. Aqui não teremos muito tempo, mas uma semana não me parece o tempo mínimo para estar com uma equipe nas condições que queremos. Vamos buscar o mais rápido possível implantar nosso processo com os jogadores. Temos um grupo com muitos jovens. É necessário algum tempo e alguma paciência. São jogadores que precisam de espaço para poder errar".

Apesar do resultado ruim, nem tudo foi negativo na estreia do treinador. E ele destacou os primeiros 25 minutos do time, principalmente, mas também toda a etapa inicial. "Conseguimos construir bem, aproveitar os espaços entra a linha defensiva e média do adversário, mas depois tivemos mais dificuldade. Procuramos criar superioridade pelos lados, mas não tivemos bom aproveitamento na parte final do campo. De toda forma, não foi justo irmos para o intervalo com a derrota parcial", analisou.

Leia mais:
Cruzeiro empata com Figueirense na estreia de Paulo Bento e segue sem vencer no Brasileirão

O treinador evitou falar em reforços, mas o jogo deixou evidente de que o Cruzeiro precisa de um finalizador de área, um jogador com potencial para marcar gols. Ele evitou falar de contratações, disse que tem que pensar no grupo de 33, 34 jogadores. E deixou no ar a possibilidade de Douglas Coutinho ser testado como este homem, graças ao bom jogo que fez ontem, marcando inclusive o gol de empate.

Sobre os possíveis reforços que pode ter em Recife, quarta-feira, contra o Santa Cruz, preferiu esperar o treinamento deste domingo (22) ou da segunda (23). É provável que o atacante Alisson e o meia Robinho sejam liberados pelos médicos. O lateral-direito Lucas e o volante Romero estão livres de suspensão.