O 16 de maio tem cara de Ano Novo no Cruzeiro. A virada de domingo para esta segunda-feira (16) não teve contagem regressiva nem fogos de artifício, como acontece tradicionalmente no Revéillon. Caso isso acontecesse, porém, não causaria estranhamento pelos lados da Toca II. Apesar de a equipe já estar quase na metade da temporada, para a Raposa, 2016 começa efetivamente nesta segunda-feira.

Com a apresentação do português Paulo Bento, prevista para a tarde de hoje, o clube espera obter os resultados não alcançados quando apostou em Deivid. Com o ex-técnico, a Raposa foi eliminada precocemente da Copa Sul-Minas-Rio e do Estadual.

Com salário aproximado de R$ 400 mil e contrato até dezembro de 2017, Bento já tem dia, horário e local para estrear pela Raposa. No sábado, às 21h, o time encara o Figueirense, no Mineirão, pela segunda rodada do Brasileirão.

“Quero deixar apenas uma palavra ao clube pela confiança que demonstrou em trazer-me para este projeto. A satisfação que tenho neste momento em poder orientar, em poder treinar uma grande equipe e um grande clube como o Cruzeiro. Espero, naturalmente, com toda a minha equipe técnica, fazer o melhor trabalho possível, um trabalho que satisfaça a diretoria e os torcedores do Cruzeiro”, disse Bento ontem em rápida declaração à imprensa após o desembarque em Confins.

O novo treinador chega acompanhado por dois auxiliares, um preparador físico e um analista de dados e desempenho.

“Espero que possamos, todos juntos, alcançar os objetivos que o clube pretende, que são fazer uma classificação melhor do que na época anterior e, dentro das nossas possibilidades, lutar por um lugar na Libertadores”

Influência na política

Além da missão de colocar o time nos eixos, Bento chega para garantir o sossego da diretoria nas próximas duas temporadas.
Com nova eleição marcada para o fim do ano que vem, quando se encerra o contrato do técnico, a esperança é que o novo presidente seja o da chapa apoiada pelo atual presidente, Gilvan de Pinho Tavares. O nome ainda não foi apontado pela cúpula celeste.

Com a iminente chance de o ex-presidente do clube e atual senador Zezé Perrella se candidatar, o bom desempenho de Bento pode significar uma grande vantagem. Dono do cargo por quatro mandatos, Perrella não esconde o desejo de retornar ao Barro Preto.