Após um 2015 apagado e 30 dias de férias, o Cruzeiro começa a escrever nesta quarta (6) a nova temporada, com a reapresentação dos jogadores na Toca da Raposa II.

Tetracampeão da Copa do Brasil (1993/96/2000/2003) e do Campeonato Brasileiro (1966/2003/13/14), o clube tem como principal missão em 2016 buscar, além do Estadual, os dois pentas nacionais – assim, repetiria o feito de 13 anos atrás, quando conquistou a tríplice coroa.

“Nosso grande objetivo é repetir esse feito que só o Cruzeiro conquistou no futebol brasileiro”, disse o presidente Gilvan de Pinho Tavares durante a missa de celebração dos 95 anos de existência do clube, na última segunda-feira.

As novidades para 2016 vão desde o comando técnico ao ataque. O time celeste, agora sob o comando do novato Deivid, um dos destaques da campanha de 2003, começará o primeiro dia de treinamento com 36 jogadores. Contudo, o planejamento de 2016 traça um grupo com até 34 peças para suportar o calendário.

Entre as novidades, os meias Sanchez Miño, que estava no Estudiantes, e Bruno Nazário, que defendia o Lechia Gdansk, da Polônia, além dos atacantes Douglas Coutinho e Rafael Silva.

Coutinho vem por empréstimo de um ano do Atlético-PR. Em troca, o Cruzeiro cedeu o zagueiro Paulo André. Já Rafael Silva disputou a última temporada com a camisa do Vasco.

Além deles, devem desembarcar nos próximos dias em BH o volante colombiano Gustavo Cuéllar, do Júnior Barranquilla, e o meia argentino Matías Pisano. Entre clube e jogadores, tudo fechado. Só faltam detalhes de documentação para o anúncio oficial.

Foco é reduzir plantel

Com o grupo de atletas praticamente fechado, a diretoria quer reduzir o número de jogadores. Até o momento, despediram-se do clube o lateral Pará e o zagueiro Paulo André, emprestados ao Atlético-PR; o goleiro Elisson, que segue para o Coritiba; além do volante Charles, do meia Júlio Baptista, do atacante Leandro Damião e do lateral Ceará, dispensados.

O volante Eurico e o atacante Hugo Ragelli foram emprestados para a Ponte Preta. Quem também está de saída é o lateral-esquerdo chileno Mena, que será anunciado em breve como novo reforço do São Paulo.

Outro que sai é o atacante Marquinhos, que vai defender o Internacional em 2016, envolvido em uma troca pelo lateral Fabrício, que permanece na Toca.

O atacante Marinho pode ir para o Sport, enquanto Joel tem proposta do futebol chinês. Já o volante Uillian Corrêa desperta o interesse de Bahia e Vitória. O zagueiro Douglas Grolli é outro que dificilmente permanecerá.

Outros quatro jogadores que voltariam de empréstimo não tiveram o vínculo renovado: o volante Felipe Seymour, os meias Ananias e Pedro Ken, e o atacante Dagoberto.
 

Arte