Se o meia Marquinhos lamentou o resultado na Arena Pernambuco, o técnico Vanderlei Luxemburgo não teve a mesma opinião. Satisfeito com o rendimento da equipe em campo, o treinador da Raposa destacou as qualidades do Sport para valorizar o ponto conquistado fora de casa.

“O Sport é a melhor equipe com consciência tática. É um time que sabe o que fazer, difícil de marcar”, avalia Luxemburgo. “Das equipes que enfrentei, as grandes e médias, é a que tem o melhor desenho tático”, completa o treinador. Ele viu o Cruzeiro mais próximo de sair com a vitória do que o Leão.

Porém, com o empate de domingo, o Cruzeiro completou três jogos sem vitórias no Brasileirão. A última vez em que a Raposa saiu de campo com os três ponto foi contra o Goiás, no Mineirão. No duelo válido pela 13ª rodada, os mineiros venceram os esmeraldinos por 1 a 0.

Novas baixas

Sobre as perdas do lateral-direito Mayke e do volante Charles, ambos suspensos pelo terceiro cartão amarelo e fora do jogo contra Palmeiras, no próximo domingo, Luxemburgo lamenta. Mas parece já ter encontrado as possíveis soluções.

“O Mayke hoje fez a melhor partida comigo, mas levou o terceiro cartão. Tem o Fabiano que pode entrar ou o próprio Leo (zagueiro), que já jogou várias vezes nesta posição”, diz o comandante celeste.

Sobre o substituto de Charles, Luxemburgo lamentou a falta de opções no banco e, por isso, se vê obrigado a improvisar alguém na posição. “Em função de não termos jogadores com a característica de volante que sai para o jogo, como Charles e Henrique, posso usar o Fabrício (lateral-esquerdo) no meio”, acrescenta.

Ainda lamentando a limitação do grupo, o treinador cruzeirense aproveitou para deixar um recado aos torcedores: “Este time não é o bicampeão (brasileiro). Temos que construir outra equipe”, pondera o “professor”.