A eliminação nas quartas de final da Copa Libertadores, para o San Lorenzo, na quarta-feira (14), prova algo que as dramáticas classificações nas fases anteriores da competição teimavam em disfarçar: a identidade do time que encantou o país em 2013 perdeu-se com a chegada do novo ano.

A perda dessa identidade passa pelo jogo ofensivo, que não se encaixa da mesma forma. Com isso, as falhas defensivas do time foram afloradas. Como na última partida, no lance do gol do San Lorenzo, apontado como erro individual do zagueiro Dedé.

No duelo da eliminação para o time argentino, o técnico Marcelo Oliveira realizou várias modificações, mas quase nada deu certo.

O volante Nilton, titular no lugar de Lucas Silva na despedida da Libertadores, não concorda que o Cruzeiro venha atuando fora de suas características, e defende os esquemas táticos usados pelo treinador estrelado.

“O Marcelo acaba escolhendo o esquema tático de acordo com o adversário. É normal recuar um pouco, às vezes, para esperar o adversário e sair em velocidade. Não quer dizer que estamos sendo retranqueiros, até porque não é a cara do Cruzeiro jogar dessa forma. Ele não muda as características, mas é algo que acontece”, aponta.

Destaque na campanha do tri brasileiro, o armador Ricardo Goulart espera recuperar o bom futebol. “Hoje eu tenho autocrítica sim e sei que, se compararmos ao ano passado, não é a mesma coisa. Tenho a confiança dos colegas e a minha autoconfiança. A boa fase vai reaparecer, mas estou tranquilo”, promete o atleta, que vê o momento difícil da equipe como algo “passageiro”.

“Isso é um momento que estamos passando. O foco será totalmente diferente nas próximas competições”, frisa.

Retorno

O meia Élber, que se recupera de um trauma no olho esquerdo, decorrente de uma pancada, contra o Cerro Porteño, no dia 16 de abril, pela Libertadores, foi liberado pelo departamento médico estrelado e treinou normalmente na última quinta-feira (15) com o elenco.

Os titulares fizeram um trabalho regenerativo na academia da Toca II, enquanto os reservas realizaram um trabalho de dois toques em campo reduzido. O lateral-esquerdo Samudio, substituído, na quarta, com dor na coxa direita, fez exames de imagem. O resultado deve sair nesta sexta-feira (16), e Marcelo Oliveira saberá se pode contar com o jogador no compromisso deste sábado (17), pelo Brasileirão, ou se ele estará vetado.

O time celeste entra em campo às 18h30, contra o Coritiba, no Mineirão, pela 5ª rodada do Nacional. São desfalques certos os atacantes Marcelo Moreno e Luan, que cumprem suspensão automática, além de Lucas Silva, Wallace e Alisson, que estão à serviço da seleção brasileira sub-21.