Uma vitória sobre o Araxá, neste domingo (10), às 16 horas, no estádio Fausto Alvim, pela quinta rodada, será fundamental para o Cruzeiro manter a liderança no Campeonato Mineiro. Além disso, os três pontos evitarão a aproximação do Villa Nova e jogarão, mesmo que de leve, uma pressão sobre o rival Atlético, que não entra em campo neste fim de semana.

A quinta rodada representa praticamente a metade do primeiro turno do Estadual, o que faz com que as partidas se tornem ainda mais decisivas para a classificação às semifinais. “Estamos jogando cada jogo como se fosse uma final”, garante o meia Everton Ribeiro, que lembra da necessidade de terminar esta fase na liderança para obter as vantagens no mata-mata da competição.

Esse discurso vem contagiando o grupo. Presença certa contra o Ganso, o experiente Dagoberto, que conquistou o título brasileiro em 2001, 2007 e 2008, aponta mais esta motivação para a conquista dos três pontos.  “O (técnico) Marcelo Oliveira deixou claro que quer a liderança. Então, a cobrança de cada jogador no dia a dia passa a ser enorme para que possamos alcançá-la”, observa.

Imbatível

Além da liderança, o Cruzeiro luta para manter a invencibilidade na atual temporada. Até agora, pelo Estadual, foram três vitórias, todas no Mineirão: sobre o Atlético, por 2 a 1, na reabertura do Gigante da Pampulha, no dia 3 de fevereiro; em cima do América-TO, por 2 a 0, no dia 6 de fevereiro, e diante da Tombense, por 3 a 1, no sábado passado.

Fora de casa, a equipe estrelada ficou no empate, sem gols, contra o Guarani, na Arena do Calçado, em Nova Serrana, em 17 de fevereiro. No único amistoso do ano, durante a pré-temporada, a Raposa goleou o Mamoré, por 4 a 1, em Patos de Minas.