A arbitragem de Rônei Cândido Alves no empate por 1 a 1 entre América e Atlético, neste domingo (13), pelo Campeonato Mineiro, virou uma dor de cabeça para a FMF (Federação Mineira de Futebol).

Após críticas veementes da diretoria do Coelho à marcação do pênalti que gerou o empate, o Galo reagiu por meio de suas redes sociais oficiais. Além de tentar comprovar a falta do goleiro João Ricardo sobre Patric, o clube também reclama de outro lance que considerou irregular.

Reportagem divulgada pela TV Galo no Youtube (veja abaixo) alega ter havido falta sobre o atacante Hyuri na origem do contra-ataque que deu origem ao gol alviverde (0:32). O vídeo também traz uma imagem exclusiva do polêmico lance da penalidade, gravada de trás do gol (1:08).

No Twitter, o Atlético ainda divulgou duas fotos do choque na grande área. "Momento em que Patric sobre o pênalti no jogo diante do América", publicou o perfil oficial.

Logo após o apito final do clássico, a diretoria americana avisou que faria um protesto oficial à comissão de arbitragem da FMF. Em entrevista coletiva, Euler Araújo, um dos presidentes do América, afirmou que Rônei Cândido Alves, “nitidamente prejudicou o América”. “Ele gosta de ser maior que o próprio espetáculo e esse tipo de árbitro é sempre perigoso”, criticou o dirigente.