O fato de o Atlético ter jogado contra o Colo-Colo, na semana passada, pela Copa Libertadores, traz uma preparação diferente para o segundo confronto com os chilenos, nessa quarta-feira (16), pela mesma competição, no estádio Independência.

"Jogamos há quatro (cinco) dias contra eles. Está tudo fresco ainda. Já temos conhecimentos sobre alguns jogadores. Claro que será diferente pois estaremos em casa, mas será muito difícil", analisa o treinador Diego Aguirre.

Para ele, os jogadores têm que entrar em campo imaginando que estão numa final, que poderá determinar a classificação do time à próxima fase da Libertadores. "Temos que fazer de tudo para ganhar", destaca Aguirre, que espera definir nessa segunda (14) se poderá contar com Robinho.

O atacante acabou sendo sacado do time, no primeiro confronto com os chilenos, devido a uma infecção provocada pela picada de um mosquito. No seu lugar, entrou Patric, o curinga do time, que foi substituído, no segundo tempo, por Hyuri.