Do silêncio absoluto, passando por uma maior interação nas redes sociais, até chegar às provocações. À medida que o tempo passou e o contrato entre Atlético e Puma se aproximou do fim, a Dry World começa a "mostrar as garras". Pelo Twitter, a nova fornecedora de materiais esportivos deu uma resposta à antiga parceira do Galo.

Um torcedor alvinegro enviou uma mensagem para a Dry World, exigindo a mesma qualidade da Puma na fabricação dos uniformes. O recado permaneceu sem visualização por quatro dias, até que a gigante alemã mandou um emoji (uma daquelas "carinhas" usadas na internet) demonstrando satisfação. Diante disso, os canadenses partidam para o ataque. Com um "miado" de gato, a nova parceira provocou a Puma e ainda cutucou a Fillon, empresa que fabricava o uniforme atleticano.

"Qualidade é Dry World", ressaltou ainda a empresa canadense, que assinará por dois anos (com clásula de renovação por mais três) e pagará cerca de R$ 100 milhões, no total, entre custos dos materiais e dinheiro.

As novas peças do clube mineiro terão a assinatura da Dry World, mas serão fabricadas no Brasil pela Rocamp, empresa de tecidos do Paraná que mantinha parceria com a Lupo, responsável pelas camisas do Atlético em 2013.

Puma e Dry World no Twitter