Em 1995, o futebol carioca criou o folclórico título de "Rei do Rio" a ser disputado entre as estrelas daquele estadual. Romário (Flamengo), Renato Gaúcho (Fluminense), Túlio (Botafogo) e Valdir Bigode (Vasco) eram os concorrentes a artilheiro e melhor jogador da competição. 20 anos depois, é o Atlético que pode ostentar a coroa em terras cariocas. 
 
Com a goleada diante do Fla no último domingo, o Galo se tornou o único time, dentre os maiores, a vencer todos os jogos contra as equipes do Rio de Janeiro, de 2003 até a atual edição do Brasileiro (pontos corridos). Antes dele, quem mais se aproximou do feito foi o Santos, justamente no ano inaugural da nova fórmula de disputa. 
 
O Galo, entretanto, luta para não ter o mesmo final de roteiro do Peixe de Diego e Robinho há 12 anos. A equipe paulista ficou na segunda colocação, perdendo o caneco para o Cruzeiro. Naquela ocasião, o time de Emerson Leão venceu duas vezes o Flamengo e o Fluminense e ainda triunfou sobre o Vasco no segundo turno. Bastava, então, passar por cima dos Cruz-Maltinos mais uma vez. Porém, empataram em 1 a 1 no returno.
 
Vale ressaltar que o feito do Atlético foi diante de seis duelos (ida e volta contra Fla, Vasco e Flu), uma vez que o Botafogo está na Segunda Divisão. Por outro lado, o Brasileirão de pontos corridos já teve apenas três representantes cariocas em outros três anos. O time da Colina não participou em 2010 e 2014, já o Fogão disputou a Série B de 2003 e retornou para a Segundona este ano.
 
GALO X CARIOCAS (2015)
Atlético 4 x1 Fluminense - Mané Garrincha
Atlético 3 x 0 Vasco - Independência
Flamengo 0 x 2 Atlético - Maracanã
Fluminense 1 x 2 Atlético - Maracanã
Vasco 1 x 2 Atlético - Maracanã
Atlético 4 x 1 Flamengo - Independência