Com dois jogos seguidos no Independência, o América inicia, nesta quinta-feira, no CT Lanna Drumond, uma mobilização total pela conquista dos seis pontos. O primeiro confronto é neste sábado, às 16h10 (de Brasília), contra o Santa Cruz. Depois, na sexta-feira da semana que vem, o time recebe o Atlético-GO.
 
Com 16 pontos, na lanterna da Série B, o time quebrou a sequência de resultados ruins com uma vitória e um empate em dois jogos fora de casa. O próximo confronto marcará a reestreia do técnico Givanildo Oliveira no Horto. Ele acompanhou o jogo em Goiânia da tribuna do Serra Dourada e comandou o time no banco, em Joinville. Experiente, o técnico sabe da importância de fazer o resultado em casa, pela dificuldade natural da competição.
 
“Série B é assim mesmo. Têm jogos sextas, sábados e às terças-feiras. É difícil mesmo. É preciso ter um bom plantel e fazer uma boa preparação, porque não dá tempo para recuperar jogadores direito”, observou o treinador, que comandará, na prática, seu primeiro treino nesta quinta-feira. Em Joinville, o técnico apenas acompanhou um treino recreativo na véspera do jogo.
 
O grupo pode ganhar reforços importantes de jogadores que estavam no departamento médico. O zagueiro Renato Santos e o meia Tchô já estavam treinando com bola desde a semana passada, enquanto Elsinho e Diney estão na fase final de transição e devem ficar também à disposição da comissão técnica.